Blog

Cobrança preventiva: entenda quando usar.

06/Jul/2018



Antes mesmo do vencimento da fatura já é possível agir, através da cobrança preventiva. Você pode “lembrar” seu cliente sobre a data do pagamento com uma abordagem discreta. É importante ser gentil e educado para evitar qualquer atrito no relacionamento com o cliente.

Esse será o primeiro contato. Pode ser por telefone ou outros canais e formatos, conforme entender ser o mais adequado para a situação. O objetivo é avisar que a data do pagamento está próxima e, com isso, aproveitar a oportunidade para entender o momento do cliente, confirmar o recebimento da fatura e se ele tem a intenção de quitá-la.

Converse com seu cliente, informalmente, para se certificar de que não há nenhuma dúvida ou problema que venha prejudicar o pagamento. Nesse tipo de cobrança, também chamada de consultiva, a estratégia consiste em realizar contato três dias antes do prazo final, dessa forma, já é possível ter uma previsão dos valores que serão pagos em dia. Se a sua empresa tiver uma cartela grande de clientes, não será possível fazer a ligação para cada um deles. Então você pode optar por não realizar a cobrança preventiva, quando se tratar de faturas pequenas. Em vez disso, focar nas faturas mais altas ou de clientes com histórico de atraso no pagamento. Quer entender mais sobre os processos de cobrança? Aqui você encontra tudo sobre as etapas da recuperação de títulos.


Por: Equipe Consulth


Compartilhe: